Mini One 1.4 16V – Acessível mas insonso

P0019551Já provou bacalhau sem sal? E manteiga sem sal? Ou feijoada sem sal? O Mini One com o motor de 1.4 litros e 75 CV é mais ou menos a mesma coisa, ou seja, é delicioso mas sem o sal da potência fica-lhe a virtude de ser o Mini mais acessível há venda entre nós. Mas será que vale a pena poupar alguns euros só para dizer que tem um Mini?

Nós também gostávamos muito de ter um Mini e acreditamos perfeitamente que é muito bom ter um Mini. Mas ter um Mini custa dinheiro, muito dinheiro. A não ser que se opte pela mais recente oferta da gama da marca, o Mini One 1.4 16V. É verdade, um Mini com motor 1.4 litros e apenas 75 CV e, antes de pagar as despesas todas, a custar somente 17.600 euros. É fantástico não é?! Não, não é!

Quase igual aos outros

O Mini One 1.4 16V é em tudo igual aos seus irmãos mais musculados: o chassis continua a ser dos melhores da sua classe, a suspensão mantém-se afinada a dar para o durinho, a direcção é precisa e comunicativa, a caixa tem seis velocidades e o estilo continua a ser terrivelmente sedutor. Apenas um pormenor: as jantes são bem mais pequenas e parece que o Mini ficou mais baixo e pequeno… E outro pormenor: a versão que ensaiámos (e cujas fotos se perderam num cartão de memória da máquina fotográfica recalcitrante) estava equipada com o pacote de equipamento Salt com jantes de liga leve, grafismos na carroçaria e faróis de nevoeiro. Agora imagine um Mini sem nada disto, ou seja, com jantes de ferro e sem faróis de nevoeiro… Até dá arrepios!

Para ter tudo aquilo que o One não tem, terá de abrir os cordões à bolsa: 490 euros para as jantes, 460 euros para a pintura e mais 610 euros para os faróis de nevoeiro e para os grafitis na carroçaria. Lá dentro tudo é igual, excepção deita ao equipamento mais frugal e à ausência dos elementos mais desportivos que neste One não fazem falta nenhuma. Mesmo assim, a versão ensaiada tinha o volante em pele (imaginem um Mini com volante em plástico?!) que custa 270 euros e mais algumas coisas que fazem parte dos 610 euros do pacote Salt. Já lá vão mais de 2 mil euros em extras…

Óptimo comportamento

Sentámo-nos, reencontrámos as sensações de estar dentro de um Mini e ligámos o motor. Quase chorámos quando ouvimos um ruído roufenho que nada tem a ver com um Mini. Fechámos a porta e decididos a não criticar mais este Mini One, lá nos fizemos à estrada. Num andamento normal para um Mini na cidade, tudo está igual: durinho com o convém sem ser demasiado desconfortável, amigo do ambiente ao contar com o irritante sistema “stop&start” que na BMW e na Mini funciona muito bem e fácil de conduzir.

Voltaram as lágrimas quando fomos para a autoestrada. O motor de 75 CV é muito lento a subir de rotação e o pouco binário disponível também não ajuda. Andando o mais rápido possível, fica a satisfação de um comportamento irrepreensível – pudera! – nem sendo preciso estar lá o DSC. É verdade, não faz falta o controlo de estabilidade pois os limites do chassis, dos travões e da direcção estão muito para lá daquilo que este motor consegue fazer. Não vai além dos 175 km/h e acelera dos 0-100 km7h em 13,2 segundos. E quando fizer uma ultrapassagem deverá calcular muito bem a coisa ou então é melhor deixar-se estar sossegado.

Felizmente o Mini One é bom no que toca aos consumos, pois num andamento calmo como convém (e é capaz) e com a ajuda do sistema “Stop&Start” a média fica-se pelos 6,5 litros, valor acima do declarado mas ainda assim muito bom.

Contas feitas, o Mini One 1.4 16V custa 17.600 euros, mais os 2 mil euros de extras que referimos e antes de despesas, ficando por 19.600 euros. Acima deste One há outro One, mas este com um motor de 95 CV que custa 19.050 euros. Não acha que valerá mais a pena?

Características técnicas

Motor – 4 cil. 16V; 1397 c.c.; injecção; Potência (CV/rpm) – 75/4500; Binário (Nm/rpm) – 120/2500; Transmissão – Dianteira, caixa manual 6 vel.; Suspensão (fr./tr.) – Independente, duplo triângulo/Independente, multibraços; Travões (fr./tr.) – Discos vent./Discos; Comp./Larg./Alt. (mm) – 3699/1683/1407; Dist. entre eixos (mm) – 2467; Capacidade da mala (lt) – 160/680; Peso (kg) – 1135; Velocidade Máxima (km/h) – 175; Acel. 0-100 km/h (s) – 13,2; Consumo médio (l/100 km) – 5,3; Emissões CO2 (gr/km) – 128 (Categoria B); Preço – 17.600 Euros

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: