Mirkko Hirvonen vence Monte Carlo na estreia do Ford Fiesta S2000

Estreia em cheio para o Ford Fiesta S2000, com a vitória no Rali de Monte Carlo 2010 com assinatura de Mikko Hirvonen. O piloto finlandês, titular da equipa BP Ford Abu Dhabi no Mundial de Ralis, era o espelho da alegria ao dizer que “foi fantástico vencer esta prova que mesmo não pertencendo ao Mundial, continua a ser um rali de prestígio. Foi uma vitória saborosa que premeia todo o enorme trabalho das últimas semanas para ter o carro pronto.” Pelo mesmo diapasão afinou Malcolm Wilson, o homem forte da MSport ao referir que “foi uma prova à imagem do Mikko, sem problemas ou erros e uma boa estreia para o Fiesta” e quando questionado se era para continuar esta presença da Ford no Intercontinental Rally Challenge (IRC), Wilson deixou claro que “estamos empenhados no Mundial, mas mteremos muitos clientes com o nosso carro no IRC. Não temos planos para voltar, mas veremos no futuro.”

Depois do abandono de Sebastien Ogier (Peugeot 207 S2000) na ligação para as duas ultimas provas especiais de classificação, foi Juha Hanninen (Skoda Fabia S2000) quem herdou o segundo lugar, logo seguido de Nicolas Vouilloz (Skoda Fabia S2000) que depois do fim da equipa Peugeot Belux se viu sem carro e stá na iminência de ficar fora do IRC este ano. O quarto lugar foi para Sebastien Sarrazin (Peugeot 207 S2000) o melhor dos carros franceses o que deixou Olivier Quesnel com um sorriso amarelo, ele que está habituado a ver a Citroën vencer no Mundial. 

No quinto lugar ficou o Skoda Fabia S2000 de Jan Kopecky, seguido de carro idêntico pilotado por Guy Wilks. E a propósito desta presença massiva dos carros checos entre os primeiro, Michal Hrabanek, o homem forte da Skoda Motosport disse no final que “o que interessava mais era ter carros no pódio e isso sucedeu com o Hanninen e o Vouilloz. Deveremos fazer o IRC com apenas dois carros, embora haja paises que irao ar apoio aos seus pilotos, estando nesse caso o Guy Wilks, que tem o forte suporte do importador britânico.”

No sétimo lugar final ficou Bruno Magalhães. O piloto da Peugeot Sport Portugal esteve muito bem na estreia no Monte Carlo, defendendo-se onde isso era exigido, atacando onde podia e tinha confiança. É verdade que começou melhor do que acabaou, mas perante duas passagens pelo Turini e um Monte Carlo “à antiga” alguém poderia exigir mais ao piloto português? Ninguém! Um excelente começo de IRC para Bruno Magalhães, que acabou por ser o segundo melhor Peugeot, dando pontos à marca francesa.

Veja aqui no CAR BLOG as melhores fotos da edição 2010 de um dos míticos da história dos ralis mundiais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: